27 de abr de 2012

Participação da R.A.M.A. em Audiência no MPF

Aconteceu no dia 23.04.2012 uma audiência no Ministério Público Federal com a intenção de ouvir a população, e a Rede de Apoio a Maternidade Ativa (RAMA) se fez presente pelas fortes vozes de Rosário Bezerra e Regine Marton. As mesmas apresentaram aos Procuradores Federais um relatório-denúncia, escrito com ajuda também de Bia Barbalho, que apontava três eixos dentro da assistência obstétrica brasileira:

1. Excesso de cesáreas
2. Descumprimento da lei do acompanhante
3. Violência obstétrica

Para nossa grata surpresa, a exposição foi bem aceita, para não dizer aclamada pela plenária. Os procuradores demonstraram grande interesse em se aprofundar na problemática, inclusive, lendo o relatório-denúncia mesmo ao fim da exposição.

A única resposta imediata dada foi a respeito da lei do acompanhante. Segundo um dos procuradores, a Maternidade-Escola Januário Cicco já foi convidada para dar explicações sobre o porque do descumprimento, onde apontou a dificuldade para a aceitação de parte dos médicos em admitir a presença do acompanhante. Diante da resposta, o procurador solicitou que os obstetras descumpridores da lei prestassem esclarecimentos junto ao MPF.

O relatório-denúncia foi entregue como representação a ser protocolada e estudada por um Procurador. Estamos esperando o nome do Procurador a quem será atribuído a nossa representação pra poder entrar em contato e  continuar o diálogo.

Em suma: o saldo da nossa audiência foi bastante positivo, mas é preciso muito mais para avançar e alcançar resultados de qualidade na nossa obstetrícia!

Para ler o relatório-denúncia apresentado pela R.A.M.A. na audiência, acessem: 



Um comentário: